Minha foto
Sou Sonia Novaes,Artista Plástica. Gosto de fotografar a natureza,os pássaros,o cotidiano. Gosto de poesias,escrevo alguns contos das viagens que faço e adoro culinária. Adoro fazer novas amizades e tenho muito carinho,por todos que conheço. Trabalho com artesanatos,cerâmica,patch sem agulha e tear manual. Confecciono colares e brincos de fuxicos. Certas palavras podem dizer muitas coisas; Certos olhares podem valer mais do que mil palavras; Certos momentos nos fazem esquecer que existe um mundo lá fora; Certos gestos,parecem sinais guiando-nos pelo caminho; Certos toques parecem estremecer todo nosso coração; Certos detalhes nos dão certeza de que existem pessoas especiais, Assim como você que deixarão belas lembranças para todo o sempre: Vinicius de Moraes

quinta-feira, junho 25, 2009

O pão nosso de cada dia

Era uma vez....
uma misturinha de leite ,farinha , fermento,ovos,sal e açucar...todos unidos formaram uma bela massa....

Depois de sovada,veio a parte mais gostosa...a de enrolar os pães....


um ao lado do outro,como uma grande família...depois embrulhados com um pano bem quentinho,começaram a crescer...a crescer....e foram levados para o forno...



e ficaram assim...belos e formosos.
Um final feliz.....
Cresci vendo minha mãe fazer pão feito em casa...
Lembro que ela fazia de todo jeito...doce,salgado,recheado...depois de crescido ia para um grande forno de cimento,que tínhamos no quintal.
Até pouco tempo ele ainda resistia,embora a chácara não seja mais nossa.Depois voltei lá,e vi apenas um monte de tijolos desfeitos alojados num canto...que pena,mal sabiam os novos proprietários, que aquele forno tinha sido tão valioso um dia.
Quantos assados,quantos pães,quantos peixes,quantas leitoas foram assados ali.
Foi muito triste vê-lo amontoado no chão...perdeu-se toda uma história vividas por nós,que pena.
Mas aprendi a fazer pão com minha mãe.Como era bonito ver mamãe preparar a massa,com todos aqueles ingredientes,quase todos produzidos em nossa chácara,depois de crescidos
,vinha a hora gostosa,aquela de amassar ,lembro da mãmãe bater a massa na mesa,ia e vinha com a massa,puxando pra lá e prá cá...como se estivesse passsando uma roupa...estica daqui,estica de lá e logo a massa soltava um mundão de bolhas...era o ponto desejado.
Depois ela dividia a grande bola em vários pedaços,e tirava três menores:um para mim,um para meu irmão Isaac e outro para minha irmã Carlota.
Todos nós juntos,íamos olhando como mamãe fazia para enrolar os pães.Fazia uma grande tira,depois achatava-a com a mão fechada e depois,puxava e esticava a massa e ia formando os pães...ah! como era lindo ver toda essa confusão e finalmente lá estavam os pães todos enrolados um ao lado do outro iam para a assadeira e colocados para crescer.Se o dia fosse ensolarado,as assadeiras iam para o sol,cobertas com um pano alvo.Num minuto cresciam e iam direto para o forno que já estava quente à espera daquelas coisas deliciosas.E lá ia também nossos três pãezinhos juntos com os belos pães que mamãe fazia.
Só que a nossa massa não ficava tão branca como a da minha mãe..era um tanto encardida....kkkk...porque além de amassarmos na mesa,de vez em quando escorregava e ia para o chão,achávamos graça em tudo e depois ainda comíamos e achávamos uma delícia...pão integral....kkkk...de sujeirinha....rssss....como era bom ser criança.
E assim passo a receita para voces,com muita alegria,lembrando os velhos tempos da minha infância querida.
Pão de liquidificador
2 copos de leite morno(medida rtequeijão)
3 tabletes de fermentos biológicos
1/2 copo de óleo
2 colheres de sopa de manteiga ou margarina
3 colheres de sopa de açúcar
3 ovos inteiros
Farinha o suficiente...
Bater todos os ingredientes no liquidificador com excessão da farinha de trigo.Colocar numa bacia e juntar a farinha.Leve para a mesa para sovar a massa.
Faça os pães,coloque para crescer e asse em forno médio.
Depois de crescidos,passar gema por cima e assar.
Dão 3 pães médios,como os da foto.




10 comentários:

Cucchiaio pieno disse...

Que delicia de paes, parabéns!
Léia

dalila disse...

E muiiito doloroso vermos como nosso "passado" pode ser apagado de forma tão dolorosa, imagino como vc se sentiu quando viu o forno da sua mãe destruido...beijão
Os pães ficarm lindos! vc cozer em forno de lenha?
Beijão Dalila

Iliane disse...

amei a receita...e ficaram pães lindos!adoro fazer pão...ainda mais nesse friozinho que faz agora..bjus

Sonia Novaes disse...

Léia

Eu às vzs reluto em fazer pão,porque sou comilona demais da conta...rsssa...
Ms falando sério,quem resiste à isso?
Bjs

Sonia Novaes disse...

Dalila

Os pães que faço hoje,são assados em fornos do proprio fogão.
Mas os de lenha,não tem nem comparação,não é mesmo?
Quando vou à Minas,aproveito para matar a saudades....
Bjs

Sonia Novaes disse...

Iliane

O pior problema é engordar...kkk...então faço só de vez em quando,isso é quando não estou resistindo mais de vontade de comer um pãozinho feito por mim...rsss...
Bjs

BEL. disse...

Olá Sonia, hummmmmmmmmmmm acho q subirei a Serra, passarei por São Paulo, pegarei a Via Anhanguera até Campinas e irei te visitar p tomarmos um cafézinho...já estou sentindo o cheirinho do pão saindo do forno - eu levo a MANTEIGA rrrrssss. Um ótimo FDS. BEIJOOOOOS
BEL.

Sonia Novaes disse...

Bel
Pode vir sim,adoro receber visitas aqui em casa e o café deixe por minha conta,porque é orgânico,vindo direito de Minas,para nossa mesa.
Bjs

Paula Pacheco disse...

Adoro um pãozinho, estes parecem fofinhos, sempre que sobra um tempo também faço uns pãezinhos...os feito em casa parecem que tem outro sabor não? É muito bom aquele cheirinho saindo do forno hummm!!!

Sonia Novaes disse...

Paula

É só chegar a manteiga que a coisa fica melhor ainda.
Um bom cafézinho orgânico para completar,sentar na soleira da porta e viajar na maionese.....kkkk....
Tem coisa,melhor?
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...