Minha foto
Sou Sonia Novaes,Artista Plástica. Gosto de fotografar a natureza,os pássaros,o cotidiano. Gosto de poesias,escrevo alguns contos das viagens que faço e adoro culinária. Adoro fazer novas amizades e tenho muito carinho,por todos que conheço. Trabalho com artesanatos,cerâmica,patch sem agulha e tear manual. Confecciono colares e brincos de fuxicos. Certas palavras podem dizer muitas coisas; Certos olhares podem valer mais do que mil palavras; Certos momentos nos fazem esquecer que existe um mundo lá fora; Certos gestos,parecem sinais guiando-nos pelo caminho; Certos toques parecem estremecer todo nosso coração; Certos detalhes nos dão certeza de que existem pessoas especiais, Assim como você que deixarão belas lembranças para todo o sempre: Vinicius de Moraes

terça-feira, maio 11, 2010

Receitas de família...para voce Sandra Nápoli Lima.
















Lá em casa,tínhamos um hobby:colecionar receitas.Acredito que venha de bem longe essa mania ,lá de Portugal,porque foi passando de mãe para filha.E dos dois lados,tanto materno,como paterno.Sou descendente de portuguêses dos dois lados e minhas avós gostavam muito de cozinhar e cozinhavam muito bem.Família Mendes Pires e Família Garcez Novaes...e que famílias,minha gente...rsss...
Minha avó Tereza passou para a filha dela que é minha mãe,todos os segredos da culinária portuguêsa...
Até hoje quando tomo sopa,lembro da minha avó Tereza.Ela fazia uma sopa de batata que nem minha mãe conseguia fazer...parece que sinto até hoje o gosto daquela delícia...para finalizar o cozimento ela acrescentava cheiro-verde ,desligava o fogo e tampava a panela.
Aí Jesus Cristinho...manjar dos deuses.Depois tinha um outro prato que ela fazia com bacalhau...chamava-se Fôfas de bacalhau...nunca mais comi....ficou na saudades...rsss...
Gostava também de fazer doces...em calda ou pasta.lembro que a vovó fazia um doce de cidra ralado e ficava muitos dias na água,ela ia trocando a água para sair o amargo...
Depois ficava horas e horas,mexendo o doce no tacho de cobre.Quando dava o ponto do doce,ela colocava em caixinhas de madeira,forradas com papel celofane...quando esfriava o doce...ela fechava...
Morávamos no interior de SP e ela aqui em Campinas...quando alguém ia para Maripá,ela mandava os doces...a cidra,minha mãe mandava da nossa chácara.Outra coisa que vovó fazia bem,era um mingau de leite e polvilho doce.Esse faço até hoje...
Eu gostava de vê-la fazer o mingau:ela pegava uma panelinha de ferro(que hoje pertence à mim...rsss...)e ali colocava o açúcar,o leite e o polvilho.Mexia com colher de pau...e eu espiava....
Quando o mingau engrossava,eu já hvia colocado os pires em cima da mesa e cuidadosamente,ela ia enchendo os pires de mingau...não gostava de colocar em tacinhas...era no pires,porque será?Talvez porque lembrava o sobrenome dela...kkkk...
Depois colocava canela em pó...eu gostava de comer frio,meus irmãos quente...e ela não esquecia de fazer um pratinho também para uma amiguinha que morava na casa ao lado,a Sandra,,,somos amigas até hoje e por coincidência hoje ela está fazendo aniversário:53 anos.
E minha avó ia no fundo do quintal e chamava:Sandrinha,vinde aqui,filhinha...a vó Tereza fez mingau de polvilho...e lá vinha a Sandra correndo...sentávamos todos no murinho da varanda para comermos aquele manjar...ah!parece que sinto o gosto até hoje....saudades...
E as receitas foram ficando amareladas com o tempo...mas ainda temos muitas...todo mundo tinha o costume de escrever receitas em papel,além dos muitos cadernos existentes.Tenho papéis com anotações de receitas em todo lugar.Minha mãe,sempre trazia na bolsa um bloquinho(tb peguei essa mania dela...kkk...) quando comia um prato diferente em casa de alguma amiga,logo pedia a receita,tirava o bloquinho da bolsa e escrevia a receita...
Ah! mamãe que falta vc me faz...pensar que dia 04 desse mês ,fez oito anos que vc partiu,deixando em todos nós seus filhos uma grande saudade...assim como vovó que já foi há muitos anos também...acho que as duas se encontraram lá no céu e devem estar fazendo suas delícias para todos que lá se encontram...
Dedico esse conto para voce Sandra...para lembrar um pouco da nossa infância que foi tão linda e tivemos o privilégio de convivermos juntas durante muitos anos...amizade essa que dura até hoje.

4 comentários:

Flora Maria disse...

Receitas antigas, lembranças de avós, de tia, de mãe...

Deixei para minha irmã o livro Dona Benta, da minha mãe, mas estou com todas as receitas da minha sogra. São vários cadernos e papéis soltos.

Além dos meus !!!
São cadernos, livros, recortes, que enchem uma caixa grande de papelão.
Ainda vou fotografar os mais antigos para mostrar para vocês.

Essa vida é feita dessas doces lembranças...
Obrigada pela linda postagem.
Beijo

. disse...

Flora

Eu tenho tantos livros,cadernos,papéis que vc nem imagina.Estou selecionando e aos poucos vou colocar aqui para vcs verem...
Eu adoro esse tipo de coisa...
Tenho dois libros da Dona Benta.O primeiro muito antigo que minha mãe ganhou quando casou.O segundo eu comprei a edição nova que saiu quando morei em São João da Boa Vista.
Acho que é o melhor livro de culinária...
Bjs

Rosana disse...

Sonia, que maravilha! amei seu relato!então, vc tbém é descendente de portugueses,sabia que tíhamos algo em comum! rs.
Amiga, eu estou amando as aulas de pintura,estou bem animada!
Não estamos nos encontrando na net, tenho coisas boas pra te falar, mil bjos e pra varias, SUAS POSTAGENS ESTAVAM UM ARRASOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
SEU BLOG É 1000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000 E PODE PUBLICAR VIU! BJO

. disse...

Rosana

Fico feliz por vc...continue a pintar,verá como é bom...melhora tudo...
Estou torcendo por vc...
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...