Minha foto
Sou Sonia Novaes,Artista Plástica. Gosto de fotografar a natureza,os pássaros,o cotidiano. Gosto de poesias,escrevo alguns contos das viagens que faço e adoro culinária. Adoro fazer novas amizades e tenho muito carinho,por todos que conheço. Trabalho com artesanatos,cerâmica,patch sem agulha e tear manual. Confecciono colares e brincos de fuxicos. Certas palavras podem dizer muitas coisas; Certos olhares podem valer mais do que mil palavras; Certos momentos nos fazem esquecer que existe um mundo lá fora; Certos gestos,parecem sinais guiando-nos pelo caminho; Certos toques parecem estremecer todo nosso coração; Certos detalhes nos dão certeza de que existem pessoas especiais, Assim como você que deixarão belas lembranças para todo o sempre: Vinicius de Moraes

segunda-feira, agosto 24, 2009

O sítio da D.Maria José ...

O forninho onde são assadas as quitandas...
O belo fogão à lenha...

Eu e D.Maria José...


Sr.João e D.Maria,casal simpático..




A doce Dona Maria José....
Em uma das festas religiosas que fui no Córrego do Bom Jesus(MG),encontrei D.Maria José...ou Fiinha,como as pessoas a conhecem.
Estava lá toda família reunida para a festa de São Benedito.O marido jogava aquele bingo doido...rsss...fiquei ali observando e ela se aproximou.Estava bonita...linda...o povo das cidadezinhas pequenas,quando vão para a cidade dia de festas,usam a melhor roupa que tem,o calçado novo,se enfeitam e vão lá para a cidade curtirem a festa.Quem tem carro,vai de carro,quem não tem vai de charrete ou no lombo do cavalo mesmo,mas ninguém perde a festa...eita gente boa.
Ficamos ali proseando as duas,como se fôssemos duas velhas amigas.O tempo foi passando,então ela me disse que morava num sítio perto da cidade e convidou-me para ir lá na festa de São João.Que a festa lá era a melhor da região,fiquei curiosa, gravei bem o nome dela e o bairro onde ficava o sítio,mas quando a festa aconteceu,acabou coincidindo com o orkontro de amigos da minha cidade e eu quem organizara,não consegui ir porque foi no mesmo dia.Esse ano também não consegui ir,porque meu marido fez uma pequena cirurgia e foi na mesma época.Mas agora no início de agosto,resolvi ir até lá para procurar o sítio dela.
Ela nem acreditou quando me viu lá,mas é lindo o lugar que ela mora,cercada de muita água, de vegetação rasteira e muitas araucárias.
Cheguei no dia certo,lá estava Dona Maria fazendo queijo,pois tiram muitos litros de leite todos os dias.
Ganhei na loteria,não poderia ter escolhido dia melhor...o quartinho onde ela faz os queijos,é muito limpo e acolhedor,livre de moscas e pó.Essa é uma história que quero contar depois,e com fotos.
Quem me levou até o sítio dela,foi uma sobrinha que conheci por acaso,ficamos lá um tempão conversando com ela,minhas amigas,companheiras de viagem,adoraram conhecê-la também.Fotografamos tudo o que vimos lá,D.Maria ficava meio constrangida ao tiramos fotos dela,mas mesmo tímida,dava aquele sorriso meigo e ficamos encantadas com ela.
Gosto muito desse tipo de aventuras que faço,me sinto realizada,não sou muito de cidade,gosto mais de mato,de cheiro de terra molhada,de contato com pessoas simples,sem orgulho e gosto de sentar em tronco de árvores para ouvir os muitos "causos"que eles contam.Passo horas ali,ouvindo as histórias de vida deles.Ainda bem que dessa vez,levei comigo as pessoas certas,porque também gostam do que eu gosto,mas muitas vêzes vou sozinha e fico ali perdida no mundo deles,esqueço até que tenho casa,marido e filhos.....rsss...

4 comentários:

Flora Maria disse...

Que delícia é conviver com pessoas simples e suas casinhas super-limpas!

Adoro quando encontra algumas assim.
E aprendemos muito com elas.

Beijo

Sonia Novaes disse...

Flora Maria

Vamos assim ganhando experiência de vida,como pessoas assim como Dona Maria José,não é mesmo?
Bjs

Ana disse...

Que lindo Sonia. Isso me dá tanta saudade !!!!

Sonia Novaes disse...

Ana

Tem que ir lá conferir...povo mais encantador .
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...