Minha foto
Sou Sonia Novaes,Artista Plástica. Gosto de fotografar a natureza,os pássaros,o cotidiano. Gosto de poesias,escrevo alguns contos das viagens que faço e adoro culinária. Adoro fazer novas amizades e tenho muito carinho,por todos que conheço. Trabalho com artesanatos,cerâmica,patch sem agulha e tear manual. Confecciono colares e brincos de fuxicos. Certas palavras podem dizer muitas coisas; Certos olhares podem valer mais do que mil palavras; Certos momentos nos fazem esquecer que existe um mundo lá fora; Certos gestos,parecem sinais guiando-nos pelo caminho; Certos toques parecem estremecer todo nosso coração; Certos detalhes nos dão certeza de que existem pessoas especiais, Assim como você que deixarão belas lembranças para todo o sempre: Vinicius de Moraes

sexta-feira, setembro 23, 2011

Lembranças

Eu sou a quinta(sentada) da direita para a esquerda.
Direto do túnel do tempo....rsss...
Como diz uma amiga:Sonia, voce é cheia de histórias,ou melhor de "causos",para contar.
Mas na verdade nem sei como as coisas chegam até a minha pessoa,talvez seja porque sou um pouco "avoada"..."desligada","sonhadora"...sei lá..acho que é porque eu vivo "viajando" na maionese....kkkk..
A primeira foto:
Segundo ano primário,sete anos de idade,porque entrei com seis na escola.
Fui uma criança boazinha,acho eu ,né,porque nunca dei problema na escola,no recreio eu gostava de brincar de roda,pular amarelinha,pular corda,coisas normais para uma criança da minha idade.
Bons tempos aqueles,que brincávamos de roda na escola.Lembro que sempre havia dois grupos,os menores e os maiores.
A minha roda era tão grande que abraçávamos uma paineira enorme que tinha no pátio da escola.
Aí que saudades..chega a doer.....tempo bom,muito bom mesmo.
Eu sempre gostei de passarinho...eu ficava no recreio comendo meu lanche e jogando farelo de pão para eles,que mesmo arredios,vinham chegando de mansinho.Eu ficava ali,vendo-os brincarem...que saudades do meu tempo de criança.
Vivo procurando minhas amigas de escola pela internet,outro dia achei mais uma,de São José dos Campos,ficamos mais de meia hora no telefone,"matando as saudades"...parece que o tempo para mim,não passou,porque converso com as pessoas como se fosse "ontem"....rsss.
Hoje vim aqui para falar dessa professora.

Professora Celia

Quando minha mãe se formou para Professora primária em 1944 aqui em Campinas,ela lecionou por dois anos aqui e depois foi lecionar em Marília(SP),ficou um ano lá e foi nomeada através de concurso para a antiga cidade de Maripá,que na época era Distrito de Lucélia.
Lá que ela conheceu meu pai,que era de Cafelândia e tinha um Cartório de Registro Civil na cidade.Casaram dois anos depois e fixaram residência lá.Moraram 23 anos lá e depois mudaram-se definitivamente para Lucélia.
Mamãe e a Célia eram professoras no Grupo Escolar de Maripá.E por coincidência as duas eram daqui de Campinas,mas se conheceram lá.A Célia era solteira e foi minha professora no segundo ano primário.
Lembro com muitas saudades dela,era muito boazinha,quietinha e vivia sorrindo.
Um dia ,um primo da mamãe que era de São Paulo,foi passar umas férias lá na nossa casa.
Naquela época,ele era tido como o "solteirão bonito da família"....rsss.Se não me falha a memória,tinha 35 anos e dizia que não iria casar,porque já estava "velho" demais...rss..
Mas...quando conheceu a Célia,seus olhos brilharam....e ela também...
Lembro que a Célia,tinha umas pintinhas no rosto,porque era muito clara,e ele a apelidou de "tico-tic0"....rss..prá quê...um dia chegou aos ouvidos dela...lembro que ela ficou muito brava.
E todas as férias o Mario começou a ir lá para nossa casa.
E casaram dois anos depois..
Lembro até hoje do casamento dela aqui em Campinas.
Casaram no dia 09/07/61,que casamento lindo,nunca esqueci...
E de professora,ela passou a ser minha prima...
Casaram aqui e fixaram residência em São Paulo.
Tiveram dois filhos..uma menina e um menino.
Nunca vi na minha vida um casal viverem tão apaixonados um pelo outro.
Os dois já faleceram,infelizmente,ele foi primeiro há três anos atrás e ela em seguida.
Viveram uma linda história de amor.
E eu fui o cupido entre os dois:porque eu que levava os recadinhos dele,para ela na escola.
O céu abriga muitas pessoas maravilhosas como eles...meus pais...meus avós,meus familiares e muitos amigos...queridos!


8 comentários:

remall disse...

o coração abriga muitos sentimento e segredos e a vida da gente abriga muitas histórias de felicidade.

bom final de semana feliz.

depois volto para comentar os posts do sul de minas.

Flora Maria disse...

Eu também sou como você, Sonia. Lembro das pessoas que passaram pela minha vida e de fatos a elas relacionados como se tivessem acontecido ontem !!! É uma delícia, e, por sorte, o Gilberto também é assim. E como moramos no mesmo bairro, fica muito fácil conversar sobre os tempos idos.

Adorei ler suas histórias !
Beijo

VERA LÚCIA disse...

Realmente os tempos da nossa
infância eram bons, muito bons
mesmo. As crianças eram mesmo
crianças, brincavam de roda,
de comidinha, de boneca... e
os meninos não levavam armas
para atirar na professora na
sala de aula e se matar depois.
Meu Deus ! que mundo esse em
que vivemos hoje !
Bem legal a história da sua professora. Certamente o céu
guarda muita gente boa que,
com toda certeza, estão de lá
olhando por nós.
Beijinhos !
Vera

. disse...

Re

Lembro de muitas passagens na minha infância e todas elas muito saudáveis...
Bjs

. disse...

Flora Maria

Acho que é por isso que nos damos tão bem,eu e voce,porque nossos sentimentos são iguais...que bom !
Bjs

. disse...

Vera Lúcia

Vivemos uma época em que o Mestre era tido,como uma pessoa da nossa família,onde era respeitado e reconhecido como verdadeiro mestre.
Hoje infelizmente já não há mais respeito pelo Professor,haja vista,o que aconteceu essa semana em São Caetano do Sul.
Pensar que uma criança de 10 anos,tido como exemplar,foi capaz de cometer um crime bárbaro desse e depois se suicidar,é o fim do mundo mesmo.
Acho que temos que rezar muito,amiga,para que Deus proteja nossas crianças.
Isso é resultado,de filmes e jogos que passam na TV e video games,que ensinam as crianças a se comportarem como verdadeiros animais...uma calamidade.
Não há censura pelo Juizado de Menores nesse país,ainda virão mais coisas aterrorizante daqui prá frente,espere para ver a consequência de tudo isso.
Abços

Maria O.G.Silva disse...

Muitas lembranças acompanham a gente mesmo! Adorei as suas. Não sou muito
boa pra fazer comentários. Algumas vezes fui mal entendida. Por isto comento pouco. Mas leio e gosto de tudo que você escreve e fotografa.
Parabéns! Um abraço Maria Olímpia

. disse...

Maria Olimpia..

Também gosto do que voce escreve,porque é como eu:sensível.
Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...